Resenha | 50 tons de cinzas por Grey

janeiro 06, 2016


Não sei como foi a relação de vocês com a febre 50 tons, mas confesso que resisti bastante. Só que depois que comecei a ler, a ficção me prendeu de uma forma avassaladora - não pelo Christian Grey em si, mas pela forma que o romance acontece.

Este livro, Grey - 50 Tons de Cinza Pelos Olhos de Christian foi escrito por E L James depois de tanta insistência dos fãs da trilogia e eu ameiiiii demais!

Conversando com outras pessoas que também leram, ouvi diversas opiniões e a maioria não gostou. Umas por que queriam uma continuação, outras porque gostaram mais do encanto que a Ana Steele passava e não o lado mais carnal da coisa, digamos assim... hahaha

Minha ideia aqui não é dar spoilers do livro, mas sim destacar os pontos que achei serem bem positivos nele e em toda a história 50 tons em si.

O que fica bem claro nesta ficção é toda a confusão e mudança que Ana causou em Christian desde o dia que ela tropeçou na sala dele.

Sim, Christian é um homem sombrio que tem dificuldades de ver dentro de si e se bloqueia para as dores, vestindo uma armadura que, na concepção "dominador" dele, ele é o poderoso que pode tudo e manda em todos.

Então chega Ana, desajeitada, virgem, e nada submissa, pra mostrar que aquela frieza toda não significa nada.
Até aí nenhuma surpresa, certo?

Mas o mais legal são os altos e baixos de Christian, porque por mais segurança que ele aparentava ter, tudo não passava de uma armadura para proteger a si próprio. Acho que medo é a melhor palavra pra definir isso tudo. Medo do desconhecido, medo de que tudo fugisse do seu controle, medo de se entregar - até porque ele nem sabia direito o que era amor.

Como sempre e todos os livros, esse deixou um gostinho de quero mais no final. Claroooo que tô rezando pra E L James escrever as continuações sob a narração de Grey!

Então, você que já leu a trilogia e gostou, indico que leia Grey também. Eu que no primeiro livro odiava o Grey com todas as forças (fui cedendo ao charme dele no final hahahaha), me apaixonei logo nessa versão narrada por ele mesmo.
Alguém aí já leu? Gostou? Conta aqui nos comentários o que você achou. ;)

Gostaram?

BEIJOS

Você também deve gostar

2 comentários

  1. Eu não li a trilogia de cinquenta tons de cinza, mas assisti o filme (sei que não é a mesma coisa). Eu adorei a tematica e sei que no livro tudo é mais forte e mais apimentado, mas não me interessei pela trilogia, mas isso não acontece com GREY que eu estou super afim de ler e de formar a minha opinião. Adorei o seu blog, já está nos meus favoritos.

    Meu Blog: www.umcontainer.com

    ResponderExcluir